quinta-feira, 19 de abril de 2012

Cisto simples renal

        O cisto simples renal é a forma mais comum de massa renal, sendo que sua incidência  aumenta com a idade, atingindo uma prevalência bem mais alta do que se imagina: 50% em indivíduos com mais de 50 anos de idade.
       Costumam ser assintomáticos e geralmente são encontrados de maneira incidental durante exames de imagem do abdome.
       Eventualmente, a presença do cisto, pode originar hematúria e dor no flanco, levantando a possibilidade de uma possível complicação, como infecção ou tumor renal. 
        O diagnóstico do cisto renal simples é dado pelo exame de ultassonográfico, obedecendo três critério maiores:
1. Lesão arredondada de paredes lisas e limites bem definidos
2. Conteúdo anecoico
3. Presença de um reforço acústico posterior intenso. 
    Caso a lesão preencha estes critérios, nenhuma avaliação adicional é necessária; caso contrário, consideramos um cisto complexo, sendo mandatória a complementação com exame tomográfico. 
       Os cistos menores devem ser acompanhados por meio de métodos de imagem, atentando para a possibilidade de crescimento ou complicações. Cistos de tamanho intermediário podem ser aspirados por via percutânea, seguido por esclerose. O cistos maires de 500 ml exigem drenagem cirúrgica.


USG: obedecendo os três critérios

Tomografia Computadorizada



Nenhum comentário:

Postar um comentário